Roubaram-me os noivos. E Agora?

por Noiva em Quarentena
2072 visualizações
Topo de Bolo em Casamento

Uns gostam, outros odeiam. Se há “tradição” que divide opiniões é a do roubo dos noivos durante o corte do bolo.

Vamos imaginar a seguinte situação: Estás no teu casamento, tens um bolo delicioso à frente com dois noivinhos em cima. Desvias o olhar por dois segundos para fazer um bride com o teu marido e quando voltas a olhar… o teu topo de bolo desapareceu.

Independentemente da tua opinião, este “furto” é recorrente em casamentos e, por via das dúvidas, quero preparar-te para esta situação com este post.

A TRADIÇÃO DO TOPO DE BOLO

Para te explicar este roubo dos noivos, quero levar-te às origens para que compreendas donde surgiu a tradição de colocar estes pequenos noivinhos em cima do bolo de casamento.

Antigamente, os convidados destas uniões matrimoniais tinham como costume a oferenda de pequenos bolos aos noivos, que eram empilhados uns em cima dos outros. Reza a lenda que se os noivos se conseguissem beijar por cima desta torre sem a deixar cair, teriam anos e anos de sorte.

Mais tarde, por volta de 1840, surgiu a tradição do topo de bolo quando a rainha Vitória mandou produzir uma pequena réplica dela e do seu marido, o príncipe Albert, para comemorar o seu casamento e demonstrar o seu amor.

Atualmente, não há casal que dispense este pequeno pormenor que pode variar entre os tradicionais pequenos noivos nas mais diversas poses assim como com os seus filhos e/ou animais de estimação ou apenas um pequeno topper com os nomes dos recém-casados.

AFINAL O QUE SIGNIFICA O ROUBO DE NOIVOS?

Contrariamente ao que acontece com as restantes tradições de casamento, a do roubo dos noivos não tem uma origem concreta. Para vos ser sincera pesquisei imenso acerca deste tema e não consegui encontrar uma resposta exata acerca do início desta tradição. No entanto acho que muito mais que isso, é um momento de brincadeira que os convidados têm com os noivos.

Mas então como se processa?

Um dos presentes no casamento deve roubar o topo de bolo sorrateiramente e guardá-lo durante um ano. É preciso sorte, uma grande perícia (e talvez alguns cúmplices) para o fazer sem que os noivos descubram.

Se até ao final do primeiro ano este ladrão for descoberto, como castigo terá que pagar um jantar ao casal. Por outro lado, se os noivos não souberem quem cometeu golpe, o gatuno terá que aparecer à porta dos noivos, no seu primeiro aniversário de casamento, e é o casal que tem que oferecer o jantar.

ALGUMAS DICAS PARA UM ROUBO DOS NOIVOS TRANQUILO

Como referi no inicio deste post, nem todos os casais gostam desta brincadeira. A meu ver, se realmente não estiverem para aí virados, é essencial que expressem a opinião sobre o possível furto antes do dia para que não existam mal entendidos. Por outro lado, se quiserem entrar neste jogo de gato e rato, podem usar algumas técnicas para “fintar” os convidados. De qualquer maneira, eis algumas dicas que vos posso dar sobre este roubo dos noivos:

  • Em primeiro lugar, a vossa coordenadora e/ou chefe de sala serão essenciais nesta fase. Será com a sua ajuda que vocês iram gerir esta brincadeira, dizendo-lhes quais são os vossos desejos.
  • Caso não queiram que o topo de bolo seja roubado, discutam abertamente a vossa opinião por muito que os vossos convidados torçam o nariz. Por vezes é necessário haver limites para que não abusem.
  • Se o vosso topo de bolo corre o risco de se danificar, pensem em comprar ou fazer um segundo topo. No meu caso, optei por fazer dois noivinhos com rolhas de cortiça e foi esse topo que me foi furtado.
  • Caso tenham decidido entrar na brincadeira, posso dizer-vos que hoje em dia e com as novas tecnologias, este roubo de noivos tornou-se bastante criativo. Alguns convidados interagem mensalmente com o casal enviando fotos dos seus noivos perdidos em diversos ambientes comemorando as suas bodas mensais.
Para finalizar…

Tenho ouvido ultimamente muitas histórias sobre topos de bolo roubados por convidados sem qualquer respeito pelos noivos ou limites. Se for o vosso caso, não devem ficar calados. Infelizmente, por vezes os momentos que mais nos chateiam são os que nos lembramos com mais frequência e não quero de todo que daqui a uns anos pensem que o vosso dia foi maravilhoso, mas que preferiam esquecer o corte de bolo. Lembrem-se que é o vosso casamento e devem fazer o que vocês querem e o que se sentem confortáveis.

Assinatura Noiva em Quarentena

vê também estes posts

2 comentários

Rafaela Sousa 05/11/2021 - 21:20

Há 3 anos “roubei” um topo de bolo, mas deixei que toda a “cerimónia” do corte do bolo se desenrolasse e só no final, quando já todos se estavam a afastar, fui lá e puff! Confesso que detesto quando o fazem logo no início e nem deixam que os noivos desfrutem do seu bolo e tirem as fotos. Neste caso, como ninguém o fez, deixei que tudo terminasse!
No dia seguinte, fiz uma página de Facebook e mensalmente ou em datas festivas, postava fotos dos noivinhos em ambientes diferentes!
Ao fim de um ano, organizámos um lanche surpresa! Os noivos suspeitaram de muita gente mas nunca descobriram os reais raptores! No dia do resgate dos noivinhos, contámos com a ajuda dos amigos e familiares mais próximos, organizamos um rally-paper que culminou num lanche com todos…com direito a corte do bolo novamente!
Acho que os noivos adoraram!

https://www.facebook.com/Noivos-em-Fuga-RitaPedro-2205879259424984/

Responder
Noiva em Quarentena 11/11/2021 - 12:45

Olá Rafaela,

Antes demais, obrigada pelo teu comentário 🙂
Pessoalmente, adoro a tua abordagem. Cheguei a fazer o mesmo juntamente com um grupo de amigos quando também “roubamos” o topo de bolo. Acho uma interação mesmo engraçada a de mensalmente dar um “feedback” de como estão os bonecos (para além de que também irá descansar os donos). No final, é um momento exremamente engraçado entre o casal e os “ladrões”.

Parabéns pela tua ideia. Estive a dar uma vista de olhos na página que enviaste e adorei 🙂

Um grande beijinho,
Teresa

Responder

Deixa um comentário

* Ao utilizares este formulário, aceitas o envio e armazenagem dos teus dados por este site.