Real Brides: Como ter um Casamento em casa, pela Vit a Casar

por Noiva em Quarentena
62 visualizações
Vit a Casar

Pois é malta – Este dia tinha que chegar. Não é novidade para ninguém que me segue que se houve algo que este mundo de melhor me deu foram amizades (que espero que durem e perdurem). E a Vitória (ou Vit a Casar) foi uma delas.

Eu e a Vitória conhecemo-nos por acaso há uns meses quando eu me apercebi que ambas tínhamos a mesma consultora. De imediato gostei do conteúdo que partilhava e fiz questão de dizer-lhe. Desde então que descobrimos que existem tantas coisas que temos em comum, contrariamente ao que nos devia afastar por termos as duas páginas do mesmo nicho. Passados uns meses, aqui estou na primeira fila a apoiar o projeto dela assim como ela está a apoiar o meu e este post é fruto disso.

Aqui está malta, o post que algum dia tinha que acontecer. Aqui tem um mashup Noiva em Quarentena e Vit a Casar.

VIT A CASAR…EM CASA

Caros leitores da Noiva em Quarentena,

Hoje quem vos fala é a Vitória, da página de Instagram Vit a Casar, também conhecida por “aquela menina que vai casar em casa”.

Sim, vou casar em casa dos meus pais e por isso descobri muita coisa que não fazia ideia e que sei que muita gente também não faz. Hoje vou desmistificar o “casar em casa”.

PORQUE ESCOLHI CASAR EM CASA?

Em primeiro lugar e como já disse uma vez à Noiva em Quarentena eu vou casar em casa “Porque é o local onde cresci, é o local que foi palco de muitos momentos lindos, porque é nosso e que um dia será dos meus filhos que poderão ver e sentir o local onde os pais casaram. Como dizem os meus amigos é a casa do povo, porque também é a casa deles. Por isso não fazia sentido ser noutro sítio.”

Como podem ver foi uma opção minha e não quero de todo que achem que com isto me estou a queixar, porque continuo a ter a certeza que a decisão que tomei de casar em casa é a melhor para o nosso dia. No entanto, tenho que dizê-lo, casar em casa não é mais fácil, não é mais acessível e muito menos mais barato, muito pelo contrário.

ENTÃO COMO É ORGANIZAR UM CASAMENTO EM CASA?

Enquanto que numa quinta os noivos optam por um pacote “chave na mão”, casar em casa implica preparar um espaço que não é destinado ao efeito, ou seja é a velha máxima “quanto mais personalizado, mais trabalho e por isso mais dinheiro”.

Para terem uma noção, aqui estão algumas (poucas) das questões que tivemos que colocar para organizarmos o casamento em casa:

  • Piso (O piso está nivelado ou é necessário cobrir com um material amigo dos “saltos altos”?)
  • Piscina (Tem ou não que ser coberta para que caibam todos os convidados?)
  • Catering (Acessibilidade para as carrinhas, espaço para confeção, espaço para os serventes, existe?)
  • Iluminação (A potência contratada chega para aguentar com o dia? É preciso gerador? Como será feita a distribuição das luzes?)
  • Casas de banho (As casas de banho da casa são suficientes? São necessários atrelados de festival? Onde colocá-los?
  • Mobília (É preciso sentar os convidados tanto em lounge como à mesa? Que empresa contratar? Optar por uma empresa de decoração que alugue material e trate do ambiente ou contratar tudo a parte?)
  • Florista (Que tipo de flores? Qual o número de arranjos que serão necessários? Quais são as medidas do espaço?)
  • Animação (Temos sistema de som? É preciso microfone?)

Para além disto existem muitos outros pormenores que temos que ter em conta, no entanto casar num sítio que é nosso e que nos diz tanto compensa todas as dores de cabeça e contratempos que vamos tendo.

Afinal, quem casa não pensa e quem pensa não casa.

Logotipo Vit a Casar
Assinatura Noiva em Quarentena

vê também estes posts

Deixa um comentário

* Ao utilizares este formulário, aceitas o envio e armazenagem dos teus dados por este site.