TUDO O QUE PRECISAS DE SABER SOBRE O 6º EPISÓDIO DE “O NOIVO É QUE SABE”

por Noiva em Quarentena
212 visualizações
João e Patricia O Noivo é que sabe

Há 6 semanas atrás que conhecemos o programa da SIC que nos iria preencher os finais de noite Domingo. Falamos certamente de “O Noivo é que sabe”, que durante a noite de ontem presenteou-nos com o seu 6º episódio.

Durante a semana passada presenciamos de tudo: desde choros, risos, crises de ansiedade… e admito que pela primeira vez custou-me bastante criar este post por ter ficado sem palavras com alguns momentos que vi.

Mas sem mais demoras, revemos o que se passou este Domingo em “O Noivo é que sabe”.

OS LOOKS DA CLÁUDIA

Não é novidade para ninguém que eu tenho uma paixão enorme pelo guarda-roupa da Cláudia Vieira durante “O Noivo é que sabe”. Esta semana não foi exceção.

Acho que o vestido que ela usou no casamento do João e da Patrícia foi um dos mais lindos que ela usou até agora. Eu sou suspeita porque adoro a cor, mas acho que tudo fazia sentido. Desde o vestido, aos sapatos, ao cabelo. Enfim, estava tudo perfeito.


OS CASAIS: A GRACIELA E O RICARDO

Graciela e Ricardo
SIC

Após o grande dia, Graciela e Ricardo partiram para a sua noite de núpcias. Passaram-na num hotel, que como vimos foi oferecido pelo padrinho do Ricardo.

Como já nos vem a habituar, o dia após o casamento é o momento onde os noivos falam sobre o seu dia e sobre algumas impressões que tenham tido sobre o casamento. Ricardo contou todos os pormenores a Graciela sobre o que teve que fazer e notou-se perfeitamente o alívio em finalmente já ter tudo terminado.

O agora marido perguntou a Graciela o que ela tinha gostado mais e ela sem pensar duas vezes respondeu sem dúvida que tinha sido o tapete de pétalas

Despedimo-nos deste casal de “O Noivo é que sabe”, com alguma pena pois a sinceridade da Graciela e o espirito tranquilo do Ricardo já estavam presentes nos nossos dias.


OS CASAIS: A PATRÍCIA E O JOÃO

João e Patricia O Noivo é que sabe
SIC

É a reta final da preparação do casamento de Patrícia e João em “O Noivo é que sabe”. Os nervos estão à flor da pele e acima de tudo, o valor do enlace está a aumentar.

Foi bastante engraçado vê-los durante o ínicio da semana porque o João estava calmo mas ao mesmo tempo preocupado com a Patrícia. Já a noiva, com a chegada do dia que sempre sonhou estava cada vez mais nervosa e a apontar todos os pormenores negativos que se conseguisse aperceber.

PORQUE SEM DAMAS-DE-HONOR NÃO SE FAZ A FESTA

Para a Patrícia, é extremamente importante que o casamento seja perfeito. E um dos detalhes que não pode faltar diz respeito aos vestidos das damas-de-honor, o que é perfeitamente compreensível. Que rapariga não quereria as suas amigas ao seu lado no que será o dia mais importante das suas vidas.

Satisfazendo a sua vontade, João consegue lembrar-se de comprar os vestidos e opta por um modelo comprido, em verde-água (cor que a Patrícia iria optar se fosse ela a preparar o casamento). Adorei esta escolha e acho sinceramente que é uma cor perfeita para os casamentos de Verão.

A SURPRESA DOS PADRINHOS

Se houve algo que também amei ver foi o reconhecimento do João referente ao padrinho. Mostra o tipo de ser humano que ele é e que sabe distinguir exatamente quando alguém o ajuda. Foi exatamente o que aconteceu com o fato do Cláudio. João insistiu em oferecê-lo e percebemos que já era algo que tinha sido falado inicialmente, mas que o padrinho pediu para que fosse a última coisa a ser tratada devido ao budget.

Padrinho vestido, João quis preparar uma surpresa com os restantes, e qual não é o espanto quando os vejo num estúdio de dança a aprender uma coreografia. Se tiverem dois pés esquerdos como eu (que é o que me parece), acho que vai ser um momento extremamente divertido.

O DRAMA DO VESTIDO

Eu admito que de todos os momentos que já vi em “O Noivo é que sabe”, este em específico foi o que menos gostei e penso que foi neste momento que as coisas se complicaram para a Patrícia.

À conversa com a Cláudia Vieira, percebemos que a Patrícia é uma rapariga com alguns problemas de auto-estima e acho que conjugado com o stress da chegada do dia de casamento e por não poder ter voto em nada, fez um pequeno “boom” na cabeça dela e tornou-se numa bridezilla (segundo palavras das suas damas-de-honor).

No dia anterior ao casamento ela foi experimentar o vestido escolhido pelo João. E penso que, por já se ter visto no vestido perfeito, ficou com essa imagem na cabeça, o que fez que ela não aceitasse nada menos que aquele modelo. Penso que foi o que aconteceu. Vemos uma Patrícia um bocado mimada, como a própria disse, a reclamar com o facto de não ter gostado do vestido. Na verdade, mesmo antes de o ver já dizia que não gostava.

Esta noiva questiona se podem ligar ao João para que ele possa aprovar algumas alterações no vestido. Infelizmente, e como já não havia budget, Patrícia terá que se contentar com o vestido que João escolheu tal e qual como está – e na minha opinião acho mesmo que é lindo.

Sobre a sua atitude não acho que deva comentar porque quero acreditar que foi um momento de muita tensão, mas não foi algo que enquanto espectadora tenha gostado de ver e fez-me sentir um bocado triste para ser sincera. (Desculpa, Patrícia!). No entanto no dia seguinte ela sentiu-se extremamente arrependida de algumas coisas que disse.

O GRANDE DIA

Chegou o tão esperado dia do casamento da Patrícia e do João. Apesar do dia anterior ter sido complicado, percebemos que esta noiva está um bocado mais calma, mas é sol de pouca dura.

Eu compreendo perfeitamente o porquê dela ter ficado assim e acho que qualquer noiva que tenha o sonho de se casar também ficaria triste se alguns detalhes não corressem como o esperado. Mas temos que pensar que em qualquer casamento, há muitos detalhes que não vão ser como nós o visionamos (principalmente se concorreres a um programa destes). No entanto acho que ela exagerou em algumas atitudes que teve. O que lhe valeu foram as damas-de-honor fantásticas, o pai cuidadoso e a Cláudia também ajudou a acalmar os ânimos em algumas situações.

Mas ao fim ao cabo acho que o João esteve muito bem em toda a organização do casamento, sabendo exatamente o que queria e acima de tudo, o que (achava) que a noiva queria, porque era por ela que ele estava ali.

Acho que mais que nunca temos que pensar que apesar do casamento ser muito importante para qualquer noiva que sonhe com o seu vestido desde pequena, o mais importante não é quantos metros a cauda do vestido tem ou se a decoração está perfeita. O que interessa mesmo é o amor que duas pessoas sentem uma pela outra que é tão forte que querem partilhá-lo com os que lhes são mais próximos.

O NERVOSISMO DO JOÃO

Se vimos o João calmo na maior parte dos dias anteriores, hoje notou-se que ele estava um pouco mais ansioso. Chegou a hora do seu casamento e ele não sabe se a noiva irá gostar.

O Cláudio, mais uma vez mostra ao mundo como ser um bom padrinho e não deixa que nada falte ao seu amigo neste dia – mesmo que isso signifique comprar o topo de bolo, com uns noivos bastante característicos do programa.

Mas a espera pela noiva não foi das mais calmas. Acontece bastante em casamentos de Verão em que os convidados queixam-se sempre do sol abrasador ficando inquietos à espera da noiva. No entanto, acho que o ambiente já estava demasiado tenso mesmo sem os convidados darem a sua opinião, acho que era algo evitável.

Não sei quanto tempo o noivo ficou à espera, mas apanhou um susto quando a Patrícia quis falar com ele. Eu acho mesmo que ele deve ter pensado que ela ia fugir.

O MOMENTO DO SIM

Patrícia chegou e começo a pensar que ela precisava apenas de ver o João porque conseguiu acalmar-se um pouco. Mas notava-se perfeitamente que ainda estava tensa.

A cerimónia foi linda e o celebrante conseguiu contar a história deles de uma maneira bastante romântica. Adorei saber que as avós de ambos, de seu nome Alice, conviveram num bairro de Lisboa.

No entanto, concordo que estes noivos tiveram azar em algumas situações, nomeadamente na troca de nome da Patrícia (mais que uma vez) pelo celebrante, o facto do fotógrafo ter cancelado no dia anterior e mesmo a aliança da Patrícia não lhe servir.

O COPO-DE-ÁGUA

Se há algo em que podemos concordar, é que a Patrícia quando não está demasiado tensa, é uma rapariga extremamente querida e simpática, que fez questão de cumprimentar cada elemento da família do João.

Houve uma frase que a Patrícia também disse e que faz realmente todo o sentido. Quando as pessoas se emocionam por nos ver felizes é quando percebemos o quanto somos importantes na vida delas. Não podia estar mais de acordo contigo, Patrícia.

No entanto, aquilo que achei foi que eles podiam ter aproveitado melhor este dia se não fossem alguns momentos de tensão. Não vou dizer que estava tudo perfeito nem que tudo tem que ser perfeito. Mas é um dia para comemorar e não para apontar tudo o que está mal. Se está algo menos bem, passou. Não vale a pena estarmos a bater no mesmo assunto.

Estou curiosa para ver o resto do casamento, até porque quero ver a reação da Patrícia quando os padrinhos, juntamente com o noivo dançarem a coreografia programada. Saberemos tudo certamente no próximo episódio de “O Noivo é que sabe”.


OS CASAIS: O ADÉRITO E A BRUNA

Bruna a experimentar vestidos
Instagram/@brunaafortunato

O Adérito e a Bruna foram o casal que conhecemos a semana passada em “O Noivo é que sabe” e que recentemente começou a organizar o seu casamento.

AS DUAS FACETAS DO ADÉRITO

Tenho visto uma grande diferença entre o Adérito do Domingo passado e o Adérito desta semana.

Durante o fim-de-semana anterior, vimos um noivo stressado, ansioso, confuso, por vezes perdido. Após o telefonema que ele fez à Bruna e depois de ter pensado em desistir, começamos a ver um Adérito mais decidido, a saber exatamente o que queria e organizado.

Relativamente à Bruna, ela é uma noiva que emana boa energia. Quando vejo as imagens dela não consigo sentir de todo que irá acontecer algo pior na organização. É uma rapariga calminha, emocional mas nota-se que apesar de ser o seu sonho casar, o amor de ambos é mais forte.

SERÁ QUE AINDA HÁ HELICÓPTERO?

A forma de organização do Adérito é diferente dos restantes casais. Enquanto os outros pegam num caderninho e apontam tudo, este noivo tem várias folhas impressas espalhadas em cima da mesa fazendo-me crer que ele funciona melhor com uma organização visual.

Apesar dele estar a fazer um excelente trabalho, comecei a ficar preocupada com o Adérito mas por outro lado também não sei a ordem que a SIC colocou as imagens.

Após ter sido confirmado que o helicóptero que queria não daria para aterrar na quinta que ele gostou, teve que seguir para outra opção.

NEW YORK, NEW YORK

Já todos sabemos que o tema deste casamento será Nova Iorque e uma das primeiras tarefas que o Adérito resolve colocar a cabo é encontrar uma gráfica que faça um painel com uma foto da cidade. Neste momento conseguimos ver algo que ainda não tínhamos conseguido antes – um Adérito criativo com novas ideias para as mesas e gostei de saber que existiu uma pesquisa por trás do que ele queria.

Acho que possivelmente este seria dos detalhes que poderia ter deixado para o fim para ver quanto dinheiro restava mas sendo o tema tão importante quanto é, percebo porque ele queira ver de inicio.

O FATO DE HOLLYWOOD DO ADÉRITO

Adérito começa a tratar do seu fato de noivo. Ele quer vestir algo que também tenha um toque de Hollywood com uma conjugação de branco e preto, algo que dificilmente encontrará nas lojas.

Por sorte, a funcionária da loja tinha exatamente o que ele queria – um fato com peças separadas, perfeito para ele fazer a conjugação que quer.

A ESCOLHA DO VESTIDO

E falando no vestido, já sabemos o que a Bruna quer. Ela foi com a filha Diana e com a Cláudia Vieira experimentar alguns modelos e percebemos que terá que ser algo em formato princesa, rendando e com alguns brilhos. O momento em que ela percebeu qual era o vestido foi bastante percetível, já que o seu sorriso alargou de orelha a orelha. A própria Diana também experimentou alguns modelos mais juvenis e acho que assistimos a um momento extremamente bonito entre mãe e filha

Para o Adérito, escolher o vestido da noiva não foi uma tarefa difícil. Apesar dele dizer que ela não tem grandes escolhas e que ele é que sabe o que ela irá vestir, ele escolheu um vestido lindo para a sua noiva e com todos os detalhes que ela queria. O único detalhe que lhe faltou foi saber o tamanho que a noiva vestia. Para terem a certeza, pediu ao amigo Marquinhos para experimentar o vestido o que deu um momento hilariante.

Adérito também escolheu os acessórios que Bruna irá levar e optou por uma tiara elegante a combinar com o tema de Hollywood. Porém, opta por não comprar o véu e sabemos perfeitamente que era algo que a Bruna quereria usar.

Dou os parabéns ao Adérito por mais uma coisa – penso que foi dos primeiros casais (fora ele apenas me lembro do Lourenço) a comprar as alianças logo de inicio.

Apesar de nos ter dado um momento engraçado no “O Noivo é que sabe” porque enganou-se no anel que levou para mostrar o tamanho do dedo da Bruna, tenho que lhe dar os Parabéns por ter tirado desde já o peso da aliança das costas.

AINDA NÃO ESTÃO CONVIDADOS

Adérito aproveita os tempos livres para falar com a irmã sobre o seu casamento. Deu-me um aperto no coração de o ouvir a falar com a mãe. Não porque ele tenha dito algo de mal, mas porque nota-se tão bem que a senhora estava tão triste.

Convidar o ex-padrasto e também a mãe da Bruna tem sido uma tarefa um quanto complicada já que ela vive em França. E por esse mesmo motivo é que a noiva não vai ter a sua mãe no casamento, o que é compreensível.

AINDA NÃO HÁ QUINTA

A 6 dias do casamento em “O Noivo é que sabe” e Adérito ainda não escolheu o local do casamento. Esteve a um passo de fechar com a Quinta do Acordeon mas um dos amigos refere e bem, que a decoração da quinta não estaria de acordo com o tema.

Adérito, que sonha casar de frente para o Tejo, tem a tarefa complicada mas encontra mais um espaço a visitar – o Espelho de Água. Concordo que para o tema Nova Iorque o espaço é adequado mas uma quinta daria muitas mais regalias. Algo que me “chocou” um pouco é que ao baixarem o valor, o espaço ficaria aberto ao público a partir de determinada hora e tenho a certeza que a Bruna não irá concordar. No entanto, fecha este espaço como local onde se vão casar.

Mas para verem como é que o karma é, neste espaço trabalha o pai da Bruna (alguém que ela não queria de todo que estivesse presente na cerimónia).

Para a semana iremos ver o casamento deste casal e acredito que apesar de tudo, irá ser um dia lindo com o qual sempre sonharam.


O NOVO CASAL: O DIOGO E A CLÁUDIA

Cláudia e Diogo O Noivo é que sabe
SIC

O Diogo e a Cláudia foram os noivos que conhecemos a meio da semana passada em “O Noivo é que sabe”.

São de Cantanhede e estão juntos há 12 anos mas só vivem juntos há cerca de 3. Conheceram-se por meio da irmã do Diogo quando ela e Cláudia fizeram uma viagem em conjunto. Segundo ele foi amor à primeira vista.

O primeiro encontro foi curioso já que jantaram juntamente com os pais dela. Ao fim da noite achavam que precisavam de um tempo a sós e foram para o carro dele. Começaram falar e ouvir música e quando iam embora, perceberam que o carro tinha ficado sem bateria. Foi aí que Diogo percebeu que era a mulher da sua vida, quando logo no primeiro encontro ela teve que empurrar o carro.

Para Cláudia a inscrição no programa veio confirmar a intenção dele se casar com ela, já que ainda não tinha havido um pedido oficial. Este só veio durante o programa, com direito a uma serenata e o anel de noivado da mãe de Cláudia.

SOBRE O CASAMENTO

Diogo e Cláudia tem gostos completamente diferentes relativamente ao casamento. Ela gostava de casar na Disney com um vestido de princesa. Ele gostava de casar num estádio de futebol num casamento tipo arraial, com sardinha assada à mistura.

No entanto – preparem-se – ele quer um casamento celta medieval. Mas ao contrário do Fábio, o Diogo quer ir de fato e quer um vestido de noiva para Cláudia porque diz que ela já o viu vestido de cavaleiro e ele já a viu de noiva medieval.

A PROCURA PELA QUINTA PERFEITA

Enquanto Cláudia vai para casa dos pais, Diogo junta-se com dois amigos e começam a procurar o local onde se irão casar. Ele consegue visitar dois locais mas não o vemos a decidir-se ainda por nenhum apesar de ter ficado mais entusiasmado com um deles.

Diogo é extremamente divertido e bastante organizado. Sabe perfeitamente o que quer e desde inicio que faz com que essa ideia se torne real.

Já Cláudia parece um amor de pessoa. Bastante calma, simpática e sempre a sorrir.

Estou bastante entusiasmada por saber como será este casamento. Após o choque inicial do tema medieval com o Fábio e a Ana, acho que estou preparara para ver nova experiência em “O Noivo é que sabe”.

Assinatura Noiva em Quarentena

vê também estes posts

1 comentário

TUDO O QUE PRECISAS SABER SOBRE O 7º EPISÓDIO DO "NOIVO É QUE SABE" • Noiva em Quarentena 14/12/2020 - 13:37

[…] uns tempos atrás, falei cedo demais quando disse que tudo parecia um mar de rosas. No episódio passado percebemos perfeitamente que por vezes os nervos pregam uma partida e o grande dia deixa de ser […]

Responder

Deixa um comentário

* Ao utilizares este formulário, aceitas o envio e armazenagem dos teus dados por este site.