8 Maneiras de escolher a data de Casamento perfeita

por Noiva em Quarentena
108 visualizações
data de casamento

Finalmente tens aquele anel no dedo pelo qual tanto esperavas. Fartas-te de olhar para ele, já a fantasiar com o dia do teu casamento. Respiras fundo e sabes que tens que meter mãos à obra para que esse sonho se torne realidade. Fazes uma lista e lá bem no topo encontras a primeira missão desta nova aventura: Escolher a data de casamento.

QUANDO DEVEMOS ESCOLHER O DIA DO NOSSO CASAMENTO?

Não há um momento certo para escolher a data do casamento. No entanto, é comum ser um dos primeiros aspetos a ser tratados assim que o pedido é feito. Falando em termos de tempo, costuma ser entre um ano a um ano e meio antes do dia que vocês escolhem para se casar. Com este período temporal é mais que possível organizarem um dos dias mais especiais da tua vida da forma que querem.

Obviamente que existem noivos que querem casar no ano em que são pedidos em casamento e não acho que haja mal nenhum. Mas acho que o ideal seria contarem com no mínimo 8 ou 9 meses para a organização deste dia. Primeiramente, para prepararem o casamento com calma e tempo suficiente de sobra para mudanças de planos caso algo não corra como esperado. Também não pode cair no esquecimento que há determinados passos no planeamento que exigem a confeção como é o caso do vestido de noiva e do fato do noivo.

DICAS PARA ESCOLHER A DATA DE CASAMENTO

Escolher o dia que queremos casar é um passo importante na organização do vosso dia que deve ser pensado com a maior das clarezas. É um dia que vos vai seguir para toda a vida nos aniversários da vossa boda e por isso é tão importante que esta decisão seja tomada em conjunto, mediante as opiniões do casal.

1. PENSEM EM QUE ESTAÇÃO SE QUEREM CASAR

Este é o primeiro passo para escolher a data de casamento ideal. Pensem desta forma: Quando eram pequenos e sonhavam com o dia do vosso casamento, o que vos surgia na memória?

Seria um dia de calor com o sol a brilhar ou um dia com temperaturas amenas? Uma estação colorida com as folhas caídas no chão ou um dia frio mas ainda assim acolhedor?

Após a estação do ano escolhida, aposto que será muito mais fácil perceber qual a data ideal para vocês, já que terão reduzido a vossa escolha em 3 meses.

2. DECIDAM SE QUEREM CASAR AO FIM-DE-SEMANA OU DURANTE A SEMANA

As cerimónias ao fim-de-semana estão no top de preferências dos noivos comparativamente aos dias da semana. O sábado e domingo são priorizados pela facilidade dos convidados comparecerem sem a necessidade de gozarem férias.

No entanto, nos últimos tempos e muito à conta da pandemia, os casamentos em dias da semana tornaram-se cada vez mais comuns. Para além de serem datas em que o valor poderá ser mais baixo, existe a possibilidade de haver uma maior disponibilidade de fornecedores que ao fim-de-semana.

3. PENSEM EM DATAS SIMBÓLICAS

Pessoalmente acho que este é um dos pontos mais significativos na escolha do dia do casamento. Muitos casais optam por dias que lhe digam algo porque irá tornar o dia mais simbólico.

No topo da lista das datas com maior simbolismo estão certamente o aniversário de namoro, a data em que se conheceram ou mesmo o dia em que deram o primeiro beijo.

4. NÃO DESCARTEM O VOSSO NÚMERO DA SORTE

Toda a gente tem um número com que mais se identifica e que diz que lhe dá sorte. O meu número, por exemplo, é o 18 – que para além de ser o dia em que faço anos, também é o dia em que o meu noivo os festeja.

Esta é outra das ideias para escolher a data bastante válida, porque inconscientemente, ao optarmos por casar num dia com o nosso número da sorte estamos a admitir que vai tudo correr coo sempre desejamos.

5. CONTACTEM OS VOSSOS FORNECEDORES PREFERIDOS, SE OS TIVEREM

Para escolher a data de casamento, devem não só decidir o dia que querem mas interliga-lo com a disponibilidade de algum fornecedor indispensável no dia que se irão casar.

Na hipótese do fornecedor já ter a data indisponível, devem decidir o que é mais importante para vocês – o dia ou o serviço. E digo isto porque por vezes estes dois passos andam de mãos dadas.

Pegando no meu próprio exemplo, eu queria casar no Verão, no final de Julho. No entanto, a quinta onde eu queria casar não tinha a data disponível e fez-me uma proposta para o final da Primavera. Eu e o meu noivo tivemos então que decidir o que era mais importante para nós e achamos que seria o espaço do casamento que achávamos lindíssimo. Então alteramos a data para Junho e posso garantir-vos que agora já não a descartávamos por nada.

Quero também colocar aqui uma chamada de atenção para a importância de alinharem tudo com a igreja e/ou registo civil já que sem uma destas entidades não poderão prosseguir com o plano inicial.

6. TENHAM ATENÇÃO AO DESTINO DE LUA-DE-MEL

Tal como acontece no ponto anterior, se já tiverem um destino de lua-de-mel pensado também é importante pensarem nele na escolha da vossa data de casamento.

Após o casamento tem os dias de licença de casamento para gozar e a maior parte dos casais escolhe ir de lua-de-mel. Mas por vezes os dias a seguir ao teu casamento não são os melhores para viajares para aquele destino com que sempre sonhaste.

Caso vos aconteça esta hipóteses, podem escolher uma de três opções – escolhem outra data, mudam de destino ou optam por não ir logo de lua-de-mel – vocês é que decidem. E por isso é que se sempre sonhaste ir para algum país específico na lua-de-mel, deves também ter este fator em conta ao escolher a data de casamento

7. QUESTIONA AOS ASTROS O QUE ELES DIZEM

Se houve algo que aprendi recentemente é que anualmente existe uma época melhor para casar segundo a astrologia. Se for algo que vos descansa o coração, podem perceber como os planetas irão atuar no ano do vosso casamento e perceber se será uma data boa para se unirem.

Apesar de pessoalmente ter uma opinião definida relativamente a esta dica, não poderia deixar de colocá-la nesta lista. Se fizer parte das vossas crenças seguir o que os astrólogos referem para o vosso ano, concordo que o façam. Mas na minha opinião, não acho que tenha grande relevância e explico-vos o porquê. Acho que um casamento é duradouro se houver amor, respeito e compreensão pelo outro e não porque calhou num dia regido ou não por mercúrio retrógrado, por exemplo. Mas atenção, deste tema não percebo muito.

8. ESCOLHAM UM DIA DE FÁCIL LEMBRANÇA

Uma das maneiras mais fáceis dos teus convidados se lembrarem ao longo dos anos da data do teu casamento, é realizares a cerimónia num feriado.

Se quiseres algo mais simbólico podes optar por te casar no Natal, Ano Novo ou Dia dos Namorados. No entanto, muitos casais escolhem dias nacionais para aproveitarem os feriados e ter mais um tempinho a dois. Uma das datas mais escolhidas ronda o 10 de Junho, 15 de Agosto e recentemente, o 5 de Outubro.

Já tens data para o teu casamento? Conta-me tudo nos comentários 🙂

Assinatura Noiva em Quarentena

vê também estes posts

2 comentários

Casamento em Pandemia: A História da Mariana e do Pedro 27/03/2021 - 18:02

[…] para muitos casais é difícil chegar a um acordo sobre a data de casamento, para este noivos foi uma tarefa bastante […]

Responder
Como escolhi a minha data de casamento ? • Noiva em Quarentena 03/04/2021 - 17:01

[…] que perceber se há algum dia que lhes faça sentido (podem ver as minhas dicas para a decidirem aqui). No nosso caso, as nossas datas especiais são todas no inicio do ano então para mim estavam fora […]

Responder

Deixa um comentário

* Ao utilizares este formulário, aceitas o envio e armazenagem dos teus dados por este site.