A Noiva em Quarentena faz um ano!

por Noiva em Quarentena
29 visualizações
1 ano de Noiva em Quarentena

Hoje é dia de festa! E eu ainda não acredito que estou a fazer um post com este titulo – Pois é malta, a Noiva em Quarentena faz um ano!

É tempo de agradecer, de refletir e de rever todas as conquistas até aqui – e que orgulho que tenho ao dizer que foram tantas. Por isso hoje, vamos falar deste projeto que eu tenho a certeza absoluta que vocês adoram, tanto quanto eu.

O DIA EM QUE PENSEI “E SE … EU CRIASSE UM PROJETO PARA NOIVAS ?

Acho que cerca de 2 em 10 pessoas me questiona como surgiu este blog. É algo que gera muita curiosidade principalmente devido ao nome que escolhi. E agora que a Noiva em Quarentena faz um ano, é a altura ideal para relembrar o seu começo.

Apesar do nome deste projeto identificar que ele foi criado em pandemia, já era uma semente que crescia em mim desde há muito tempo. Sempre amei o mundo dos casamentos – a organização do dia, os vestidos, os convites assim como a decoração e até os temas. Eu criava pastas e mais pastas no Pinterest com as mais variadas ideias (apesar de nunca ter acreditado que um dia me viria a casar).

Não é espanto para ninguém que com um amor tão grande por esta área, uma das minhas profissões de sonho era ser Wedding Planner – mas isto vocês já o sabem de cor. No entanto havia aqui algo que não me permitia de dar um passo em frente; algo que limita as pessoas e as deixa muitas vezes na dúvida – a expressão “E se?”. E se não correr bem ? Ou então “E se gozarem comigo?”, ou mesmo “E se ninguém gostar do que faço?”

Uma das minhas frases preferidas dos filmes , e que aparece na comédia Romântica “Cartas para Julieta“, tem a ver com esta pequena e tão forte expressão:

E” e “Se” são duas palavras tão pouco ameaçadoras como as palavras podem ser. Mas junta-as lado a lado e elas têm o poder de te assombrar para o resto da sua vida: E Se…? E Se…? E Se…

O DIA EM QUE DISSE “VAMOS A ISSO”

O meu inicio de 2020, como vocês sabem, não foi propriamente feliz. Tinha acabado de perder uma pessoa que era como uma mãe para mim e diante desta fatalidade, algo a que me podia agarrar era que o meu casamento iria ser nesse ano (pensava eu). Por isso, devem perceber que quando no dia 2 de Março anunciaram que já havia um caso de COVID em Portugal e me perguntaram se eu sempre ia casar, a minha mente ansiosa começou a trabalhar sem parar pensando em todas as situações que poderiam acontecer.

Pensei que para acalmar a minha ansiedade, deveria virar-me para pessoas que como eu se iriam casar e decidi criar um debate numa rede social para noivas. No entanto, para quem achava que era a única a pensar nesta possibilidade, recebi tantas respostas que às tantas já era eu que tentava acalmar as restantes noivas.

A verdade é que se criou aqui um grupo bastante interessante, em que passamos a falar diariamente em que tentávamos ao máximo criar focos de distração para que a nossa mente fugisse da palavra adiamento. E foram elas (juntamente com o meu noivo) que me deram aquele empurrãozinho que eu precisava para criar a Noiva em Quarentena.

UM ANO DE NOIVA EM QUARENTENA

Agora que a Noiva em Quarentena faz um ano, é tempo de refletir no que já passou. Orgulho-me imenso no caminho que fiz até chegar aqui. Quem diria que aquela noiva que há um ano atrás e que partilhava o seu primeiro post escrito sobre o casamento da Chiara Ferragni estava agora aqui.

Assim que criei esta página, apenas tinha noções do digital, não queria mostrar quem eu era por vergonha e escrevia posts enormes no instagram. O tempo foi passando e eu fui aprendendo, evoluindo. Criei este blog – que agora já é mais que isso, é um website – que foi a decisão certa no tempo certo. Passei a mostrar mais de mim, da minha vida, do meu dia-a-dia. Mostrei-vos quem é a Teresa e vocês receberam-na/me tão bem.

Com a minha coragem em mostrar-vos quem sou vieram os vídeos em que eu falava incessantemente sobre assuntos que achava importantes. Aos vídeos seguiram-se os lives com as minhas lindas noivas de “O Noivo é que Sabe” e que tanto aprendi com elas. Mudei do logotipo para a minha foto e fiz uma brincadeira no Natal (prometo que para o ano me mascaro de coelhinho da páscoa). Comecei a contar-vos mais sobre o meu casamento e ainda não vou ficar por aqui.

E AGORA?

Bom, agora que a Noiva em Quarentena faz um ano está na hora de vos agradecer, a cada uma/um de vocês pelo carinho que me tem dado ao longo deste ano. É tão bom levantar-me todos os dias e saber que a minha experiência e os meus artigos ajuda uma noiva.

Já aqui o disse uma vez, mas volto a repetir que muito mais que eu vos ajudo, vocês também o fazem comigo principalmente nesta fase mais ansiosa em que falta um mês para o meu próprio casamento. É das melhores partes de ser criadora de conteudo. Poder ter esta interação constante convosco, que são a minha comunidade e que muitas de vocês falam comigo a nivel diário. Estou mortinha para ver todas as noivinhas desta páginas e tenho a certeza que estarão lindas, lindas como já o são.

E agora? Bom agora continuem desse lado que a Noiva em Quarentena não termina por aqui. Tenho ainda tanta coisa para vos dar e muitas surpresas pela frente.

UM MEGA OBRIGADA A TODAS/OS!

Assinatura Noiva em Quarentena

vê também estes posts

Deixa um comentário

* Ao utilizares este formulário, aceitas o envio e armazenagem dos teus dados por este site.