TUDO O QUE PRECISAS SABER SOBRE O 7º EPISÓDIO DO “NOIVO É QUE SABE”

por Noiva em Quarentena
205 visualizações
Adérito e Bruna "O Noivo é que Sabe"

Segunda-feira chegou, e quem segue o blog sabe que é dia de mais um resumo de “O Noivo é que sabe”.

A faltar pouco para o final deste programa, entramos em contagem decrescente de casais que irão dar tudo por tudo para conseguirem realizar o casamento dos seus sonhos.

Há uns tempos atrás, falei cedo demais quando disse que tudo parecia um mar de rosas. No episódio passado percebemos perfeitamente que por vezes os nervos pregam uma partida e o grande dia deixa de ser “tão grande”.

E enquanto aguardamos os próximos capítulos, vamos rever por aqui o que se passou ontem em “O Noivo é que Sabe”.

OS LOOKS DA CLÁUDIA

Durante esta semana, Cláudia Vieira presenteou-nos com mais alguns looks incríveis em “O Noivo é que Sabe”. Penso que o primeiro que vimos foi um vestido curto rendado em tons de amarelo. Eu sou suspeita porque adoro a cor então gostei imenso deste vestido, apesar de dispensar as mangas em balão.

O segundo vestido já o vemos durante o episódio de ontem e assim que o vi fez-me lembrar um que ela já tinha usado nos primeiros episódios por ser num tom escuro com várias cores e com lantejoulas.

No entanto, dos três vestidos que vi o que mais me encheu as medidas foi mesmo o do casamento. Achei o vestido lindíssimo, com um decote e uma longa racha na saia. A cor era fantástica a combinar perfeitamente com a maquilhagem. No entanto, se tivesse que colocar algum defeito no vestido deve-se apenas porque, como o tempo não estava tão ensolarado, dá a sensação que este modelo brilhava demasiado.


OS CASAIS: PATRÍCIA E JOÃO

Instagram/Patrícia Mendes

Após 10 dias a fazer de tudo para terem o casamento que sempre sonharam, a Patrícia e o João conseguiram ter o seu tão esperado dia em “O Noivo é que Sabe”.

É certo que houve alguma tensão por parte da Patrícia, mas na verdade, não podemos culpar alguém que tem um sonho bem definido. Por muito que digam que ela é isto ou aquilo, acima de tudo é algo que todos também o são – humanos. E é normal que sendo humanos tenhamos as nossas fraquezas que por vezes nos deixam fazer ou dizer coisas menos boas ou desnecessárias. Na verdade, podemos expressar-nos como quisermos, e apesar de eu ter ficado um pouco triste com algumas reações que ela teve (o que a fez parecer uma autêntica bridezilla para ser sincera, mas mesmo ela o admite) ninguém pode julgá-la por ter idealizado o seu casamento de determinada maneira. É certo que colocando este dia nas mãos do noivo, havia a possibilidade de nem tudo ser como sonhava – o que me leva a crer que o único problema aqui foi que ela não deveria estar preparada para deixar de lado o que tinha idealizado para um dia tão importante.

No final, ela realmente teve o casamento que queria. Porém, o que interessa é apenas uma coisa – este casal ama-se e notou-se perfeitamente ao longo do programa. E desde que haja amor, o resto pouco interessa.

A NOVA BOYSBAND DO PEDAÇO

É certo que durante o casamento, Patrícia estava bastante tensa e em parte deve-se ao facto de ter estado 10 dias sem ver o João. Então quando o noivo desapareceu por várias vezes, ela ficava um pouco sentida pois apenas queria desfrutar deste dia com ele.

Mas essas ausências tinham um motivo – A surpresa que ele, juntamente com o padrinho e amigos próximos tinham preparado para a noiva. Todos juntaram-se e deram quer à noiva, quer aos convidados, quer a nós, telespectadores um momento de diversão.

No entanto, as surpresas de João não ficaram por aqui. Ele preparou uma primeira dança para a noiva e em vez de dançar com ele, dançou com o pai que é tão importante para ela. Em confissão ela refere que gostou imenso de ter dançado com o pai, mas que preferia ter dançado com o marido e foi algo que faltou no seu casamento.

A EXPLOSÃO DO CORTE DO BOLO

À medida que as horas passavam, Patrícia começou a ficar bastante cansada. No entanto, desta vez os convidados percebem a tensão que existiu neste dia entre os dois. Após o corte do bolo, João decidiu fazer um discurso dirigido a Cláudio por ter sido mais que um padrinho e ter vivido esta experiência com ele. Por outro lado, Patrícia mostrou o seu coração de ouro ao invés de atirar o bouquet, entregar a uma amiga que tinha o mesmo sonho que ela.

A noite terminou com a esperada dança do casal, um pouco fora-de-horas para a noiva. Penso que este programa não era para a Patrícia. Como muitas de nós, já tinha o casamento completamente idealizado na sua cabeça e entregá-lo nas mãos do noivo não foi tarefa fácil.

Infelizmente houve algo que faltou – oficializar o casamento. Como aconteceu a vários casais do programa, João também teve problemas com e não conseguiu casar por procuração antes do próprio casamento.

E VIVERAM FELIZES…

“O Noivo é que Sabe” termina para este casal mas não sem antes falarem do que se passou nos 10 dias que estiveram separados. Patrícia diz ao marido o que sentiu ao ver o vestido e do arrependimento que teve após esse dia. Já João conta o porquê do fotógrafo ter cancelado o que percebemos que foi por mau profissionalismo.

Quanto aos pontos altos desta experiência? A noiva refere que certamente foi a sua despedida de solteira em que o João se vestiu de drag queen.

Agora que o casamento já passou, só falta mesmo o felizes para sempre e é o que lhes desejo.


OS CASAIS: BRUNA E ADÉRITO

Facebook/SIC

Esta semana vemos o casamento estilo Hollywood de Bruna e Adérito em “O Noivo é que Sabe”. E admito que estava bastante ansiosa para que este dia chegasse. Não vou mentir que tal como todos também tenho casais com os quais me identifico mais e deixem-me que vos diga que a Bruna e o Adérito foi um deles. Não pelo tema de casamento que optaram mas pela sua forma de ser.

10 DIAS DE MUITO ESFORÇO

Nos primeiros dias da organização do casamento, vemos um Adérito um pouco em baixo. Esteve pela primeira vez a organizar algo sem a Bruna e dar-lhe o casamento que ela merece deixou-o ansioso e demasiado preocupado. No entanto, quem segue este programa sabe que assim que Bruna falou com ele pegou em toda a força que tinha e preparou um dia perfeito para ambos. Não sabendo como se organizava um casamento, fez várias pesquisas sobre o que teria que fazer e agendar e, por muito que às vezes ele sonhasse demasiado alto, conseguiu passar no teste com uma nota exemplar.

Claro está que não esteve sozinho nesta aventura. Os amigos mais próximos estiveram sempre com ele, quer para lhe aconselhar, quer para negociar valores por ele (como vimos o James fazer várias vezes), quer para proporcionar alguns momentos divertidos.

No final, tudo correu pelo melhor e este casal conseguiu realizar algo que ambos ansiavam há algum tempo.

O VESTIDO DE SONHO

Bruna tinha bem definido aquilo que o seu vestido de noiva deveria ser – Algo em formato princesa, com decote em barco e bastante elegante.

Ao escolher o modelo, Adérito pensou no que a noiva gostava e no que lhe ficaria melhor. Ele sabia que era algo muito importante para ela, e por isso, juntamente com os amigos, optou por algo que fosse exatamente de encontro ao que queria. E, na minha opinião, eu acho que ele acertou em cheio.

ADÉRITO, O BRINCALHÃO

Poucos dias antes do casamento, Bruna experimenta o vestido na presença de uma amiga e Adérito tenta pregar-lhe uma partida. Primeiramente, pede à funcionária da loja que lhe diga que ele optou por um modelo em tons de roxo, justo, cheio de pedras brilhantes que fugia completamente ao que é um vestido de noiva. Bruna nunca acreditou que fosse este. Conhecendo o namorado como conhece sabia que ele nunca lhe poderia ter escolhido algo assim.

Após desvendarem que não seria este, mostram-lhe um vestido totalmente o oposto do que ela queria, pouco volumoso e com rendas em demasia. Adérito não podia deixar que ela ficasse muito tempo sem ver o verdadeiro modelo que escolheu, então, enviou um vídeo para a amiga de Bruna a referir que estes dois modelos foram apenas uma brincadeira. Claro está que ver o Adérito mesmo que apenas pelo telemóvel, deixou Bruna lavada em lágrimas, cheia de saudades do namorado ao assistir ao pequeno clipe.

Após estas brincadeiras do noivo, Bruna experimenta o vestido de noiva – o verdadeiro. Ela admite que não era o vestido de sonhos mas notei-a surpreendida, principalmente porque ela diz que queria ser uma princesa da Disney e o Adérito fez com que ela fosse uma princesa da realeza. Não consigo explicar exatamente o porquê mas ela referir isto emocionou-me um bocado.

GIRLS NIGHT OUT

Bruna e as amigas celebram a sua despedida de solteira. Adérito preparou uma noite mais calma, porém nada monótona e, na minha opinião, tudo o que a Bruna precisava para relaxar.

Bruna e as amigas foram para um hotel e tiveram um jantar elegante. Após muito conversarem sobre o casamento, passaram a noite num dos quartos e no dia seguinte puderam desfrutar do spa.

Ao mesmo tempo, Adérito foi para a sua própria despedida de solteiro que na verdade, era idêntica à que Bruna tanto sonhava. Na minha opinião, aqui o Adérito não esteve muito bem. No meu lugar e sabendo que o meu noivo quereria algo igual a mim e não podendo adquirir algo semelhante para ambos, eu teria optado por algo diferente.

O pequeno convívio entre amigos foi passado num barco no meio do rio Tejo. Foi uma tarde onde puderam divertir-se, falar sobre o casamento e partilhar algumas histórias. Adérito inevitavelmente recorda o pai e fica emocionado por ele não estar presente no seu dia de casamento, que é também o seu dia de aniversário.

PORMENORES ESQUECIDOS

Como já sabemos, um dos detalhes do casamento que mais dor de cabeça dá aos noivos (seja em “O Noivo é que Sabe”, ou fora dele) diz respeito ao processo de casamento no registo civil.

Não sabendo que teria que ser ele a tratar já que pensava que o local o faria, Adérito esquece-se e apenas trata deste pequeno detalhe nada importante a um dia da cerimónia.

Aposto que os corações de todas as noivas ficaram apertados pois pensamos logo que ele não iria conseguir. Mas muito pelo contrário, consegue iniciar o processo de casamento sem problemas. Vamos todas contratar o Adérito para tratar do nosso, que acham?

O DIA DO SIM

Adérito pode respirar – chegou o seu grande dia e sabe que não se esqueceu de nada.

Uma vez que o espaço não tem decoração própria, pede aos amigos que preparem o local. Ao mesmo tempo, ele vai ao cemitério visitar a campa do pai, que tanta falta lhe faz neste dia. Foi uma bonita homenagem que Adérito lhe fez e admito que me comove sempre que falam sobre o pai do noivo.

Bruna também se começa a preparar, na companhia da filha Diana. Mal sabe que o que lhe espera são surpresas atrás de surpresas. Primeiramente, Bruna vê chegar a sua maquilhadora e cabeleireira favoritas, o que lhe fez ficar bastante feliz.

No entanto há algo que preocupa a sua filha Diana – onde estará o seu vestido? É de partir o coração ver a criança quase em lágrimas por não saber o que ia vestir e pensar que Adérito se tinha esquecido dela. Também me emocionou o amor entre mãe e filha quando Bruna disse que se o noivo não se tivesse lembrado do vestido da Diana, que o dia mais feliz da vida dela não iria ser o mais infeliz da filha. Felizmente o vestido chegou e encheu as medidas a ambas.

Mãe e filha prontas, seguem para o espaço do casamento em mais uma surpresa do Adérito – a ida de limousine na presença dos padrinhos.

O MUNDO É DEMASIADO PEQUENO

Quem se lembra das primeiras vezes que vimos a Bruna e o Adérito, sabe que ela não queria o pai no casamento.

No entanto, essa foi a maior surpresa para Bruna: Dar de caras com o pai assim que entrou no espaço. Mas não foi por qualquer lapso de Adérito, já que ele sabia que a noiva não o queria no seu grande dia. Foi mesmo porque ele trabalha no espaço onde se vai realizar o casamento. Há coincidências ou não há?

De qualquer maneira, o pai de Bruna fez questão de ver e falar com a filha, assim como desejar-lhe as maiores felicidades. Ele, inclusive, repetiu várias vezes que foi ele que preparou o espaço e a noiva agradeceu. Não me recordo se ela já disse o porquê de não se dar com o pai, mas em primeiro lugar, parece-me que ele repetiu-se bastante para mostrar à Bruna que fez algo de bom. Já a Bruna, para quem supostamente não fala com ele teve uma ótima postura. Segundo ela, aquilo que não lhe causa sentimento não lhe traz desconforto.

No fim, ele sentou-se no bar a ver o casamento de longe pois refere que não sabe porque não foi convidado mas que gostava de ver a filha a casar.

O REALIZAR DO SONHO DE MENINA DE BRUNA

Emociono-me sempre no “Noivo é que Sabe” quando os casais se reencontram. Acho um momento tão bonito e cheio de amor. Lembro-me tão bem que no casamento da Daniela e do Diogo fiquei mesmo com a lágrima no canto do olho. Igualmente se passou ao ver a Bruna e o Adérito olharem um para o outro com tamanha paixão. Foi realmente dos momentos mais bonitos do programa de ontem.

Sem contar com o espaço que não achei muita piada para ser realizado um casamento, tudo naquela cerimónia foi maravilhoso. Desde os olhares que ambos trocaram, o abraço dos filhos, a emoção dos padrinhos e o discurso de alguém importante na vida de Adérito que, não sendo cerimonialista fez um excelente trabalho a eternizar este dia.

NÃO PODEMOS AGRADAR A TODA A GENTE

Felizes e casados, Bruna e Adérito seguiram para o copo-de-água onde falaram com alguns familiares e amigos sobre como tem sido o tempo separados.

Compreendemos que há sempre alguém pronto a apontar o dedo, já que começaram imediatamente a tecer algumas criticas ao tom e modelo que Adérito escolheu para as damas-de-honor.

Ao inicio da refeição também surgiu um pequeno mal-entendido nas mesas já que os nomes não estavam corretos no painel que Adérito encomendou, mas foi facilmente contornável e resolvido.

Bruna e Adérito, começaram também a falar sobre o casamento e fora um pormenor ou outro, percebemos que ela praticamente gostou de tudo o que o noivo escolheu.

Resta-nos agora ver durante a semana “O Noivo é que Sabe” para perceber o que os espera e como será o inicio do seu “felizes para sempre”.


OS CASAIS: CLÁUDIA E DIOGO

Instagram/Cláudia Azenha

O Diogo e a Cláudia foram o casal de Cantanhede que conhecemos a semana passada em “O Noivo é que Sabe”. Após ele os ter inscrito apenas com uma vontade de se casar, assistimos ao pedido, bastante romântica e à moda de Coimbra.

Durante a semana, vimos as dificuldades do Diogo em conseguir preparar um casamento segundo a época medieval celta. Mas será que a noiva irá gostar? Tenho fé que sim. A Cláudia parece-me uma mulher que por muito que queira um casamento igual à Cinderela, embarca em qualquer ideia que o Diogo tenha.

A (POUCA) ORGANIZAÇÃO DE DIOGO

Diogo fala com Cláudia Vieira e conta-lhe os seus planos para o casamento e despedida de solteira de Cláudia. Na minha opinião foi uma mais valia ele ter tido a opinião da apresentadora em vários aspetos porque, apesar de ter os amigos a acompanhá-lo onde quer que vá, nota-se que ele esteve um pouco perdido e possivelmente desleixado com o tempo que têm para preparar o casamento.

A Cláudia também o alerta subtilmente que apenas está a pensar no que ele gosta e diz-lhe para ele ter cuidado pois está a ter muitas ideias e no final pode não conseguir concretizar nenhuma.

Conseguimos apercebermo-nos também que Diogo não tem qualquer noção de valores num casamento. Ele faz uma estimativa muito mais baixa do que realmente é, tanto que um dos seus amigos o alerta. Acho que se não o tivesse por perto, Diogo sabia ainda menos o que fazer. Ele é que tem sido a sua consciência em alguns detalhes.

O DRAMA DA QUINTA

O maior problema do Diogo em “O Noivo é que Sabe” tem sido a contratação da Quinta. Ele tem uma imagem na cabeça do que quer e se não for ao seu encontro, ele rejeita.

O primeiro detalhe que percebemos que ele ambiciona após ter visitado três espaços, é que têm que existir um amplo espaço verde. A última quinta que ele viu era a ideal para este noivo. No entanto, ficou bastante desiludido com o que lhe foi apresentado, e por muito perfecionista que ele seja, não posso deixar de concordar com ele.

Sem saber o que fazer e a perder as esperanças, Diogo decide visitar um novo espaço já que tinha adorado o serviço de catering do mesmo grupo e então, seguiu para a Quinta Dona Maria. Para ele, tem tudo o que deseja, já que daria para casar num ambiente de floresta. Eu admito esperava que ele optasse por este espaço porque acho que casamentos no meio de um bosque são lindíssimos e acho que a Cláudia ia amar.

Desde o primeiro momento que achei que esta seria mesmo o espaço pelo qual Diogo iria optar e tinha razão. Não só pela beleza do local em si mas pela simpatia do funcionário da quinta e pela sua abertura em ajudar no que pudesse.

DIOGO, A “NOIVA” BARBUDA

Cláudia começou a experimentar vestidos de noiva. Tal como muitas mulheres, também ela quer ser uma princesa Disney. Então não seria de espantar que o vestido de eleição fosse algo com uma saia enorme, com uma cauda igualmente grande e bastante brilho.

Após experimentar alguns modelos, ela diz que o que escolheria nem foi sugerido por ela por isso não tem dúvidas que o Diogo vá fazer um bom trabalho.

No entanto, o que ela não sabe é que mais uma vez o noivo apenas está a pensar no que ele gosta. Diogo sabe perfeitamente o vestido que Cláudia quer mas refere que como a namorada tem um bom corpo, prefere que ela vá com um vestido estilo sereia e com um decote generoso. Não sei se terá caído bem o que ele disse, mas só quando ele optar por um vestido é que conseguimos perceber.

A funcionária da loja onde vai tenta, mesmo assim, dar-lhe algumas dicas e fazê-lo ver alguns vestidos de princesa mas ele está irredutível. Não tendo uma mulher que experimentasse os vestidos, Diogo teve que experimentá-los ele próprio juntamente com uma peruca ruiva.

Penso que de todos os vestidos que vi até agora no “Noivo é que Sabe”, o que ele elegeu foi o que menos gostei e espero que ele não opte por nada com renda já que Cláudia referiu que não gosta. Felizmente ele acha o valor demasiado alto e teve que pensar melhor no que fazer.

Algo que também não gostei acerca do Diogo e do tema “vestido de noiva” foi que, para ele, o vestido é menos importante que alguma animação ou decoração que possa ter no espaço. Novamente refiro que ainda bem que ele tem o padrinho por perto.

O CONCEITO MEDIEVAL DO DIOGO

Já sabemos que o Diogo quer para o seu casamento algo fora dos estilos elegantes de casamento. E por isso mesmo, pegou no seu amor pelo período medieval celta e quis que o seu casamento fosse de encontro a esse tema.

A semana passada quando ele desvendou como iria organizar o casamento, pensei logo que seria algo ao estilo do que o Fábio organizou. No entanto, percebo que apesar do conceito medieval, ele pretende incluir alguns elementos mais requintados.

Mas o tema medieval não vem do nada. Ontem percebemos que ele pertenceu a um grupo de teatro medieval e foi aí que ele pediu ajuda em adereços e animação. Com eles, conseguiu o seu “menino das alianças” que é um bufo real (uma espécie de coruja) e alguns momentos especiais incluídos na cerimónia.

Diogo também consegue tratar da decoração floral com uma amiga de família e também percebemos que irá ser um casamento em tons outonais com muito verde referente à natureza.

Para a semana veremos os últimos detalhes de Diogo para o casamento, mas após um começo difícil, finalmente está tudo a ficar composto.


O NOVO CASAL: A ANA E O TIAGO

Ana e Tiago "O Noivo é que Sabe"

Durante a noite de Domingo, conhecemos um novo casal que se irá casar em 10 dias em “O Noivo é que Sabe”.

DE FAMALICÃO A LISBOA

A Ana Carolina e o Tiago namoram há 5 anos e a sua história faz uma road-trip por vários locais.

Esta noiva pelas minhas contas será a mais novinha que vimos até agora. Com apenas 23 anos, a Ana Carolina já namora há cerca de 5 com o futuro marido. Ela é de Lisboa mas vive em Famalicão com Tiago, de onde é oriundo. Conheceram-se no Algarve quando ambos estavam de férias. Após isso, este noivo foi ter com ela a Lisboa e foi aí que começaram a namorar.

Porém, o inicio do namoro não foi fácil já que Ana estava emigrada em Inglaterra desde os 11 anos de idade. Após um tempo decidiu que queria vir para Portugal e foi diretamente para Famalicão ter com o Tiago.

O pedido de casamento foi feito numas férias no Dubai, viagem de sonho de Ana, e enquanto filmava o espetáculo de luzes do Burj Khalifa, ele fez a tão esperada questão. Como ela pensava que Tiago estava a gozar com ela, o pedido teve que ser novamente feito no hotel.

QUANDO OS DOIS NÃO QUEREM O MESMO

Estou bastante curiosa com este casamento porque quer o noivo, quer a noiva querem estilos totalmente diferentes. Ela quer algo tradicional, na igreja onde foi batizada enquanto Tiago quer o típico arraial português com música de baile.

A noiva também admite que o vestido é bastante importante e que quer algo ao estilo princesa e saia rodada.

Não sei se será por ser bastante novinha, mas vi a Ana a dizer muitas vezes “se ele fizer isto eu não caso”. Sei que poderá ser apenas forma de dizer mas creio que a Ana está a pensar demasiado na perfeição do casamento e não no que o enlace realmente significa.

Espero estar enganada mas temo que algo não vai correr bem. Mas iremos ver o desenrolar desta organização durante a próxima semana em “O Noivo é que Sabe”.

Assinatura Noiva em Quarentena

vê também estes posts

2 comentários

TUDO SOBRE O 8º EPISÓDIO DE "O NOIVO É QUE SABE" • Noiva em Quarentena 19/10/2020 - 23:12

[…] vimos em “O Noivo é que Sabe” um casamento digno de estrelas de Hollywood com o Adérito e a Bruna. Esta semana espera-nos algo completamente diferente e apesar de um casamento um tanto invulgar, […]

Responder
TUDO SOBRE O 12º EPISÓDIO DE "O NOIVO É QUE SABE" • Noiva em Quarentena 16/11/2020 - 22:58

[…] Penso que Delfim foi dos primeiros noivos a lembrar-se do robe para a preparação da noiva o que foi um gesto muito atencioso. Após vestido, Soraia começou a ser preparada. A maquilhagem não estava má, mas eu não a escolheria, principalmente para o modelo de vestido que ela tinha. Acho que como já tem demasiados brilhos, algo mais simples ficaria melhor mas isto é apenas a minha opinião de quem apenas se maquilha por gosto. No entanto, adorei o batom que lhe foi colocado e acho que vou roubar a ideia para o meu casamento. Era um tom rosa velho em matte e ficava-lhe lindamente. Quanto ao cabelo, secalhar também optaria por algo diferente. Já que ela iria levar uma tiara, talvez algo apanhado, semelhante ao que a Bruna levou. […]

Responder

Deixa um comentário

* Ao utilizares este formulário, aceitas o envio e armazenagem dos teus dados por este site.