TUDO SOBRE O 10º EPISÓDIO DE “O NOIVO É QUE SABE”

por Noiva em Quarentena
545 visualizações
Cláudia Vieira e Carla em "O Noivo é que Sabe"

Foi no final de Agosto que assistimos ao primeiro episódio de “O Noivo é que Sabe” – o programa que coloca a difícil organização de um casamento nas mãos do noivo. Após 2 meses de programa e 10 casamentos, percebemos que ainda não há uma data de fim definido para os nossos serões de Domingo, através da entrada de novos casais.

Com o anúncio da versão “O Noivo é que Sabe” para famosos, percebemos que a SIC provavelmente está a arrastar o término desta temporada para a altura em que irá estrear a seguinte – o que na minha opinião, não creio que aconteça até meio de Dezembro ou mesmo final do ano devido a novas restrições. No entanto, tenho reparado numa redução dos diários durante a semana passada, e após o episódio de ontem, certamente irão mesmo ser interrompidos. Apesar de ainda não haver data de fim para o programa, creio que poderemos estar mesmo a assistir aos últimos capítulos.

Mas enquanto esperamos a estreia da temporada seguinte, continuamos a divertir-nos mais um pouco com esta e com todas as peripécias que estes noivos tem que superar.

Hoje conto-vos como correu mais um casamento e se não tiveram a oportunidade de o ver ontem, deixo-vos o meu resumo semanal como já vos tenho vindo a habituar.

OS LOOKS DA CLÁUDIA

Durante o programa de ontem de “O Noivo é que Sabe” contemplamos 5 looks diferentes da Cláudia Vieira e devo dizer, qual deles o melhor. Consigo mesmo afirmar que não existiu nenhum que me tivesse desiludido. Falamos de conjuntos simples, elegantes mas ao mesmo tempo com um certo “twist” que constituem ideias facilmente adaptáveis ao dia-a-dia das mulheres comuns.

SIC

Começamos por ver a Cláudia junto à praia num vestido azul escuro com folhos e de costas abertas perfeito para ocasiões tanto formais quanto informais.

Seguiu-se um look que amei com uma camisa vermelha e calças com padrão preto e branco em que tanto tinha de arrojado como de elegante. É realmente o que mais gosto nestes conjuntos – a facilidade com que se transformam desde algo sofisticado a algo mais inovador. Foi o que também aconteceu com o look que levou a casa do novo casal – uma camisa às riscas com uma saia de padrão tigresa.

Mas nem tudo fugiu do formal. O conjunto que vimos na loja de noivas juntou o modelo clássico de um macacão com uma cor mais atrevida numa tonalidade de vermelho.

Cláudia Vieira em "O Noivo é que Sabe"
Facebook/SIC

Porém, o vestido que usou no casamento do Rui e da Carlota foi mesmo a estrela e vai diretamente para o meu top 5 de looks preferidos. Num tom de azul claro, foi-nos apresentado um vestido comprido com bastantes folhos que sugeriam uma delicadeza tal a quem usasse.


OS CASAIS: A ANA E O TIAGO

SIC

Durante o episódio do passado Domingo, vimos o Tiago e a Ana a realizarem o seu sonho de casar em “O Noivo é que Sabe”.

Apesar de com alguns percalços relativos a uma má medição de medidas no vestido da noiva (o que fez com que ela chegasse bastante tempo atrasada), ambos conseguiram dizer o aguardado “Sim”. Durante os diários da semana assistimos ao decorrer da festa de casamento, com uma surpresa que Ana não estava de todo à espera.

O ESPERADO CORTE DO BOLO

Após o jantar de casamento, chega o momento mais importante após o “Sim”. Vemos um casal tranquilo, divertido a cortar um bolo maravilhoso e na minha opinião, dos mais bonitos que vi em “O Noivo é que sabe”.

Mas não é apenas o noivo que traz cartas na manga. Ana quis surpreender a melhor amiga e após um pequeno discurso, entregou-lhe o seu bouquet de noiva ao invés de o atirar às raparigas solteiras.

Ana e Tiago em "O Noivo é que Sabe"
SIC
É UMA FESTA PORTUGUESA, COM CERTEZA

Há muito que Tiago dava a entender que o seu casamento em “O Noivo é que Sabe” teria como base um arraial popular e na verdade, eu acho que nenhum casamento está completo sem aquelas músicas portuguesas que imediatamente te fazem dançar.

Chegou a hora do noivo cumprir com a sua palavra e oferecer aos seus convidados um momento especial para darem um pezinho de dança. O que eles nunca adivinharam é que iria ser ao som do Nel Monteiro, com o próprio a cantar.

Apesar de nem todos os convidados estarem felizes já que houve uma senhora que expressou a sua negativa opinião por ter estado tantas horas ao sol – cada um diz uma coisa, começou com 1h30, no inicio do discurso dela já eram 3 e terminou dizendo que ficou 4h ao sol – para pais e noivos o casamento foi considerado um sucesso.

ALMOÇO DE FAMÍLIA

Passado o grande dia e aproveitando o facto das duas famílias estarem juntas, Ana e Tiago aproveitaram para almoçar juntos e falar sobre o dia anterior.

Após uma retrospeção de todas as peripécias do dia, os pais referem que pensavam mesmo que Ana poderia desistir de se casar devido à falha das medidas do vestido. Tiago e o pai Lino esclarecem também a questão dos sapatos em preto. Afinal ele apenas pensou no conforto de Ana pois sabia que ela não iria aguentar os saltos durante muito tempo mas infelizmente era a única cor que havia no seu número.

Por fim referiram que achavam que o orçamento tinha sido mal gerido mas após o noivo ter contado todos os pormenores dos 10 dias anteriores, perceberam que na verdade foi bem orientado o que eu concordo. Na verdade acho que apesar de não ter regateado muito os valores, o Tiago foi dos noivos que melhor geriu o valor que tinha com uma boa organização.

Contrariamente do que esperava, gostei de ver o casamento da Ana e do Tiago e após os dramas iniciais da noiva e dela se ter acalmado, correu bastante bem. Desejo-lhes as maiores felicidades e que tenham o seu “felizes para sempre“.


OS CASAIS: CARLA E RUI

Carla em "O Noivo é que Sabe"
SIC

Ontem assistimos ao inicio do casamento da Carlota e do Rui em “O Noivo é que Sabe”. Pela primeira vez em 10 programas podemos dizer que não vimos o momento do “Sim”, algo que nos espera no próximo Domingo. Mas se acham que este episódio foi menos interessante por não ter um casamento por completo desenganem-se. Até chegar ao altar houve bastantes aventuras como vos vou contar a seguir.

A ORGANIZAÇÃO DO RUI

Falar da organização do Rui até para mim é confuso e se anteriormente não concordava com a Carlota por ela ter um bocado de receio no que ele iria fazer, agora tenho que dar o braço a torcer e dizer que talvez estas desconfianças fizessem sentido.

Resumo o que correu menos bem na preparação deste casamento em dois pontos – falta de organização e não pedir ajuda. Na verdade o Rui sabe exatamente o que quer e é um rapaz decidido mas ele teve alguns problemas porque não percebi se teve nenhum método de organização definido e porque não soube pedir ajuda aos seus familiares.

A DIAS DO GRANDE “SIM”

Se se recordam do post da semana passada, sabem certamente que o noivo começou a ter alguns problemas com o catering do casamento. Admito que não consegui perceber porque é que ele não optou pelo da quinta ou se realmente não existia mas acho que dificultou imenso o trabalho dele.

Em suma os seus problemas prendiam-se com a questão do gerador (que não sei como o local não possui) e pelo seu amor por ter um porco no espeto no casamento. E após um “vai, não vai” com as empresas com quem falou, Rui finalmente disse que sim a poucos dias do seu enlace.

Quando Rui pediu aos tios da noiva para serem padrinhos dela, eles também tentaram ajuda já que estão dentro do ramo da restauração e tem alguns contactos. Mas mais uma vez o noivo rejeita a ajuda inicial. No entanto, percebendo que não consegue arranjar o porco no espeto, fala novamente com eles para que finalmente o possam auxiliar.

Mas nem tudo é perfeito. Em conversa com a mãe Rui afirma que não vai ter sobremesas no casamento porque não tem budget e recusa a sua ajuda para ter estes pratos no seu dia. Contudo, a sua mãe não acha correto que num casamento não haja pelo menos uma sobremesa e nas costas do filho trata ela própria deste assunto.

A COLCHA DA AVÓ

Já disse aqui que me arrependo das opiniões que teço dos noivos no programa seguinte. Com a Carlota aconteceu exatamente o mesmo. Durante o episódio de ontem não consegui ver esta noiva senão a reclamar com algo. É certo que o Rui falhou em algumas coisas mas mesmo assim não nos podemos esquecer do nome deste programa, “O Noivo é que sabe” e que foram também as noivas a aceitar inscrever-se em algo deste género.

Quando a Carlota foi à loja de noivas ver o seu vestido, ainda nem tinha entrado e já estava a criticar dizendo que parecia uma loja do chinês. Quanto ao modelo escolhido, o padrão parecia a “colcha da avó“. Mas relativamente ao decote tenho que lhe dar razão porque realmente no corpo da Carla não lhe cai bem e chega mesmo a dizer que se sente “vulgar“. Os sapatos também não foram os seus preferidos dizendo que seriam pouco confortáveis.

Obviamente que após a ida a esta loja, até nós telespectadores ficamos cansados com tanta energia negativa, mas o facto é que os gostos diferentes não ficaram por aqui. Em conversa com Cláudia, Carlota continua a reclamar do noivo mas diz que tem uma grande capacidade de aceitação, o que me parece um pouco contraditório. Cláudia entrega-lhe um jacaré dourado comprado por Rui com a finalidade de ser a primeira peça da casa que irão ter em conjunto. Obviamente que Carlota não gostou e fez questão de mais uma vez referir o mau gosto do futuro marido.

A IMPORTÂNCIA DAS ALIANÇAS

Ao conversar com a mãe, Rui percebe que se esqueceu de comprar as alianças. Notamos que ele ficou preocupado mas não o suficiente após comentários que faz a seguir.

Com a irmã Filipa ele diz que a solução que tem é mandar gravar algo relativo ao casamento nas alianças de namoro e aqui percebemos que ele não sabe a real importância da aliança de casamento. Mas se há algo que percebemos é que a mãe e a irmã de Rui querem estar sempre em cima do que ele está a fazer para que nada falhe e não seria de esperar que fossem elas a oferecer as alianças ao Rui. Apesar de estarem apertadas, foi um gesto bonito e que safou este noivo de um raspanete da futura mulher.

CHEGOU O GRANDE DIA

O dia do casamento chegou e tanto Rui como Carla aproveitam o seu último pequeno-almoço solteiros com as respetivas mães.

Rui começa a vestir-se com a ajuda da irmã e percebem que o fato está demasiado justo. O noivo diz que ele poderá ter inchado nestes dias mas eu sinceramente acredito que as medidas não foram bem tiradas (novamente). Para o tornar mais confortável pediram ajuda à mãe que fez umas pequenas alterações.

Fato arranjado, chegou a hora de irem para a quinta organizar a restante decoração, já que o local também não tinha este serviço.

Ao mesmo tempo Carlota começa a ser penteada e maquilhada. Mais uma vez reclama por não gostar de como ambos os serviços ficaram e em termos do cabelo tenho que concordar com ela pois não parece um penteado de casamento.

Juntamente com a irmã, a noiva vê os acessórios que Rui lhe enviou para complementar o seu look de noiva. Novamente critica os gostos do futuro marido chegando a dizer que acha tudo demasiado “bimbo”. Mas foi a seguir que Carlota ficou mesmo chateada – quando a irmã lhe diz que a quinta será na margem sul. Ainda não percebi o que ela tem contra esta zona mas estes juízos que faz fazem-na parecer uma rapariga preconceituosa e uma verdadeira “tia de Cascais“.

Carlota não sabe quem a vem buscar e após algum tempo de espera decide dirigir-se para o seu carro. No entanto, é nesse exato momento que vê um descapotável a aparecer. Penso que a escolha deste carro foi mal feita e apesar de ser um carro interessante, o vento que levou durante o caminho até Azeitão fez com que o penteado se desfizesse um pouco.

A CHEGADA DA NOIVA

Enquanto Carlota se arranjava para ir ter com o Rui, o noivo começa a ficar ansioso e a preocupar-se com alguns pormenores. Começa a perceber que, com o passar do tempo, os convidados da noiva não aparecem e teme que ninguém venha. Carlota já tinha confidenciado que as amigas não gostavam de se expor então até nós ficamos com receio que ninguém apareça. No entanto, um pouco mais tarde vemo-los a caminhar para os seus lugares. Chegaram tarde mas chegaram.

Cláudia também está curiosa relativamente ao celebrante e apercebe-se que Rui esqueceu-se de contratar alguém que celebre o enlace. Rapidamente a apresentadora arranja uma solução e pede a uma tia do noivo que diga algumas palavras. Não sendo o ideal e que de certo Carlota não irá achar grande piada, foi o que ambos conseguiram arranjar à última da hora.

Rui percebe que Carlota está a caminho quando vê a mãe dela. Ela diz-se dececionada pois pensava que seria numa igreja. O noivo tenta brincar com ela, mas não consegue tirar a seriedade da sua cara até porque possivelmente estará chateada por não ter recebido qualquer convite.

O noivo ouve um carro a chegar e percebe que a sua futura mulher vem aí. Acompanhada do padrasto e do irmão, caminha até ao altar para infelicidade da mãe, como a progenitora chega mesmo a dizer. Reencontrada com Rui, deram um enorme abraço e o noivo comenta de imediato o vestido e pergunta se ela gosta da quinta. Finalmente ouvimos o primeiro “sim” da noiva.

Penso que as aventuras deste casamento não irão ficar por aqui e fico um pouco dececionada por não haver diários de “O Noivo é que sabe” durante a semana pois estou bastante curiosa com o que por aí virá.


OS CASAIS: A SORAIA E O DELFIM

Soraia e Delfim em "O Noivo é que Sabe"
SIC

O Delfim e a Soraia são o próximo casal a ter o seu casamento de sonho em “O Noivo é que Sabe”.

Espero não me arrepender do que vou dizer mas gosto imenso deles – tanto de um como do outro. A Soraia parece uma princesinha da Disney que gosta de vestidos brilhantes e com uma cauda enorme. Para o Delfim tudo é caro mas acredita fielmente que consegue organizar um casamento em 10 dias. A pergunta é mesmo se os sonhos da Soraia cabem no orçamento deste noivo.

O PRIMEIRO PASSO – A QUINTA

Após dizer a todos os familiares que se ia casar – incluindo os seus sobrinhos Maria e Gui, que tinham imensas questões para lhe colocar acerca de “O Noivo é que Sabe”- Delfim começa a visitar quintas com o cunhado. Penso que este noivo não poderia ter arranjado melhor pessoa para fazer estas visitas porque o marido da irmã fez sempre as perguntas corretas e tocou em pontos que nem toda a gente se lembra ao visitar um local de casamento como é o caso do plano B. Ele fez questão de ver o tempo no dia da cerimónia e percebeu que iria chover então a todas as quintas que visitaram, colocou essa questão.

O primeiro local não encheu as medidas do Delfim. Apesar de ter achado o espaço engraçado, a lotação não dava para o número de pessoas que tinham. De seguida foram à Quinta do Casal Novo e percebemos que esta já ia de encontro ao que tinha em mente, tanto que apesar de ter visto uma terceira quinta optou mesmo por esta.

A BELA E O MILITAR

Quando o Delfim estava a visitar os locais do casamento percebemos também o tema que ele quer implementar – uma junção do lado de princesa da Soraia com a sua experiência enquanto militar.

A sua ideia seria ter toalhas de mesa camufladas mas graças a Deus que lhe referiram que poderia não ser elegante.

Mas enquanto não sabemos como ele vai implementar este tema, o noivo já partilhou que no dia da despedida de solteira Soraia vai fazer tudo o que Delfim gosta, terminando nos comandos. Após esse dia, Cláudia convenceu-o a pedir a sua “Bela” em casamento.

UM NOIVO SEM PALAVRAS

Delfim vai com a irmã e com os sobrinhos escolher o seu fato de noivo. Percebemos que ele quer um fato azul mas opta por algo completamente diferente em tons de preto e prata, que eu admito que pensei que ficasse pior. Compreendemos que ele finalmente apercebe-se que vai casar, ficando bastante tenso e pálido. Só ao ver-se com os fatos é que percebe que vai finalmente assumir este compromisso com Soraia.

Delfim vê também o vestido da noiva e por ele, escolhia o primeiro que viu. No entanto a irmã aconselhou-o a ver mais alguns modelos e passam por algo que é sem dúvida a cara da sua noiva. Para o ajudar, a irmã experimentou-o e ele imediatamente escolheu o vestido – um modelo em cai-cai com decote em coração, brilhos e pedras no corpete e saia estilo princesa. Para combinar leva também uma tiara e também a lingerie – mas não sem antes responder a algumas perguntas dos sobrinhos, que deixaram a mãe atrapalhada.

Ao mesmo tempo, Soraia também experimenta o vestido que gostaria de levar e rapidamente percebemos que é muito semelhante ao que Delfim comprou.

DELFIM PRINCIPEZITO

O militar vai comprar as alianças para o casamento. Opta por um par em que o exemplar da noiva tem um pequeno diamante mas rapidamente se arrepende ao ver o preço. Para ir de encontro ao seu orçamento, o noivo teve que escolher umas alianças tradicionais, mas não sem antes colocar o seu toque pessoal na gravação – “Delfim Principezito“.


O NOVO CASAL: FERNANDO E FERNANDA

SIC

Este Domingo foi-nos apresentado um novo casal que embarcou nesta aventura de “O Noivo é que Sabe”, que se assemelha em tudo inclusive no nome.

COMO TUDO COMEÇOU

Fernando e Fernanda vivem em Espinho e conheceram-se há 6 anos num café enquanto ele estava com uma amiga. Após isso, foram a um concerto do Mickael Carreira e aí começou a sua história de amor.

Mas nem tudo foi fácil, principalmente para Fernando. Há uns anos atrás foi-lhe diagnosticado um tumor cerebral. Segundo ele tinha apenas duas opções: Ou falecia ou ficava com sequelas. Felizmente surgiu uma terceira opção: Viver. Então, infeliz no seu anterior casamento, Fernando separou-se da ex-mulher (com quem tem uma filha de 21 anos, mas que infelizmente não a consegue ver nem falar com ela) e decidiu que tinha que mudar de vida aproveitando cada momento. Foi nesta fase que conheceu a sua futura noiva – apesar de se nomear romântico ainda não houve nenhum pedido formal.

Fernanda também tem duas filhas, que tal como acontece com todos os casais demoraram até aceitar o novo namorado da mãe. Mas assim que o conheceram melhor, começaram a adorá-lo e a admirá-lo.

Para o seu casamento sonha com um tema de cinema. Para ele, o que o preocupa é não estar preocupado mas refere que o inesquecível não tem que ser perfeito. Pelo contrário, Fernanda sente-se reticente com o facto de ser ele a organizar tudo e refere que algo que não pode faltar é uma maquilhadora profissional e lingerie.

O COMEÇO DE UMA AVENTURA

Para o casal, é bastante importante contar com o apoio das filhas de Fernanda, na aventura de “O Noivo é que sabe”, então combinam um almoço com elas e respetivos namorados. Passaram um belo serão em família e falaram dos seus medos e receios.

Após o almoço recebem a visita de Cláudia Vieira e Fernando refere que tem um surpresa. Seguem todos para os carros – mulheres de um lado e homens de outro – e Fernando pergunta aos namorados das filhas se querem ter um papel nesta aventura.

Na verdade pensamos que poderá ser o pedido de casamento, mas não seria engraçado se fosse um enlace a três? No entanto, para saber o que será teremos mesmo que esperar mais uns dias, até ao próximo domingo.

Assinatura Noiva em Quarentena

vê também estes posts

Deixa um comentário

* Ao utilizares este formulário, aceitas o envio e armazenagem dos teus dados por este site.